Barcelos realiza Formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Barcelos realiza Formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Neste dia 21 de abril de 2018 foi realizada, na Secretaria Municipal de Educação e Desporto – Semed Barcelos, a 1° Formação do PNAIC – Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Onde estiveram presentes Professores(as) Alfabetizadores(as) do 1° ao 3° ano do Ensino Fundamental e Pedagogos(as) das Escolas Municipais, na qual tiveram como Formadores Locais: Nilce Nara, Soraide Garcia, Ednelva Pádua, Ieda Furtado e Marcos Túlio.

Agradecimentos ao Exmo. Prefeito Édson Mendes, Secretária de Educação Rosana Cruz, Secretário de Economia e Finanças Sérgio Augusto, a equipe do Gabinete do Prefeito, Secretário de Transportes Er Santana, ao Acessor da SEMED Alexandre Reis e a toda equipe da Semed.

“A Educação é a base fundamental na formação e no desenvolvimento intelectual na vida do ser humano.”

O que é Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa?

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC,  foi implementado no início desse ano para garantir a alfabetização de todas as crianças até os oito anos de idade, com incentivos financeiros e assistência técnica e pedagógica do governo federal.  A iniciativa do Ministério da Educação  partiu dos dados levantados pelo Censo 2010. Ao todo, são 15,2% as crianças brasileiras em idade escolar que não sabem ler, nem escrever.

O objetivo do MEC  é que 100% das crianças brasileiras estejam plenamente alfabetizadas, capazes de ler, escrever, saber interpretar textos e fazer contas.

Cetam abre Processo Seletivo com 80 vagas para cursos técnicos em Barcelos

Os interessados poderão se inscrever ainda neste mês para 80 vagas de cursos técnicos de nível médio, as vagas estão divididas entre  cursos Técnico em Design de Móveis e Técnico em Vigilância em Saúde.  A oportunidade está sendo oferecida pelo Governo do Estado do Amazonas, por intermédio do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas – CETAM em parceria com a Prefeitura de Barcelos.

Somente poderão participar desta seleção candidatos que tenham concluído o Ensino Médio. É vedada a participação de candidatos que estejam cursando outros Cursos Técnicos ou Especializações Técnicas de Nível Médio do CETAM.

Inscrições 

As inscrições para o Processo Seletivo acontecerão exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.concursoscopec.com.br, no período entre 0 (zero) hora de 29 de março de 2018 às 16 horas do dia 9 de abril de 2018, observado o horário oficial de Manaus.

Ao realizar a inscrição online o candidato deverá preencher o formulário, transferir os dados via internet, imprimir a Guia de Recolhimento, para o pagamento de inscrição no valor de R$ 30.

Confira o EDITAL aqui:

Prefeitura de Barcelos paga o abono salarial dos professores do município

Prefeitura de Barcelos paga o abono salarial dos professores do município

 

A Prefeitura Municipal de Barcelos pagou do total de recursos do Fundeb, os 60%  aos professores de Barcelos (distante 401 km de Manaus), valor que deve ser destinado anualmente à remuneração dos profissionais do magistério (professores e profissionais que exercem atividades de suporte pedagógico) em EFETIVO EXERCÍCIO na educação básica pública (regular, especial, indígena, supletivo), e a parcela restante (de no máximo 40%), será aplicada nas demais ações de manutenção e desenvolvimento, também da educação básica pública.

O pagamento  foi efetuado neste sábado(14) véspera do Dia dos Professores, o que demonstra o comprometimento e o respeito da gestão atual com a categoria. O prefeito do município Edson Mendes  já havia anunciado o pagamento do benefício num Café da Manhã realizado pela Prefeitura de Barcelos à todos os Professores Municipais no dia 12 de outubro.

Cada Professor da Rede Municipal recebeu por cadeira o valor de R$ 1.872,00, ou seja, quem tiver duas cadeiras, recebeu o valor multiplicado por 2.

De acordo com a lei nº 11.494/2007, que regulamenta o Fundeb, pelo menos 60% dos recursos do fundo sejam destinados ao pagamento de profissionais do magistério que estão em atividade dentro da escola. Os 40% restante devem ser aplicados nas demais ações de manutenção e desenvolvimento do ensino, e quando ocorre ‘sobra de recursos’ não aplicados dentro do percentual estimado de 60%, o valor restante deve ser rateado com os professores em exercício.